Madrasta proíbe a filha do noivo de ir ao casamento deles e afirma sobre a criança: “Ela é o erro dele e não o meu”

O caso gerou a maior indignação nos internautas que caíram em cima criticando o comportamento da noiva.

Uma mulher fez um relato de forma anônima em um grupo de noivas e revelou que proibiu a filha do noivo de ir ao casamento do próprio pai. A madrasta fez duras críticas a menina de apenas 3 anos, se referindo a ela de maneira muito grosseira caracterizando a criança como “monstrinho” e “o erro dele”.

O post da noiva já foi muito compartilhado e teve mais de mil comentários de pessoas reprovando e criticando o comportamento da madrasta contra a menina que será sua enteada, de apenas 3 anos. Veja o relato feito pela noiva:

“Como eu digo para o meu noivo que eu não quero a filha dele no nosso casamento? Eu coloquei ‘sem crianças’ no convite achando que ele iria entender, mas ele continua mencionando ela”!

“Porque as pessoas continuam me perguntando a mesma pergunta idiota: Ela tem três anos. Eu estou casando com ele, não com o monstrinho que saiu de suas partes baixas. Ela é o erro dele, não meu. Eu não quero a menina lá porque ela é carente e faz com que tudo seja sobre ela e eu não quero crianças! Se você não tem nada bom para dizer ou uma boa dica, nem comente”.

Vários internautas comentaram no post da mulher fazendo duras críticas. Um chegou a dizer que se o post não fosse anônimo iria alertar ao noivo sobre o tipo de mulher que ele estava se casando:

“Se este casamento acontecer, eu duvido que vá durar! Uma pena que o post está anônimo porque eu adoraria alertar este noivo sobre você!”, comentou uma internauta.

Em outro comentário alguém diz que a criança faz tudo ser sobre ela porque é uma criança e crianças são assim:

“’Ela faz com que tudo seja sobre ela’. É claro que ela faz! É uma menininha de três anos! Nesta idade é exatamente isso que as crianças fazem! Este casamento definitivamente não vai durar”.

Já outra pessoa já foi bem dura com a noiva ao dizer que ela não deveria se casar com alguém que já tem uma filha se não gosta de crianças:

“Se você não gosta de crianças por que vai se casar com alguém que tem uma filha? Talvez seu noivo deva considerar proibir a noiva de ir ao casamento”.